O Sistema Logístico Multimodal de Etanol prevê a criação, no Sudeste e Centro-Oeste brasileiros, de corredores de transporte dutoviário e hidroviário de etanol, que funcionarão em conjunto com o sistema de distribuição já existente nestas regiões.

O etanol será captado em terminais e transportado por dutos que interligam de Jataí (GO) a Paulínia (SP), pela Hidrovia Tietê-Paraná a Paulínia (SP). Paulínia será um hub (armazenamento principal), a partir deste ponto o etanol será distribuído para Terminais e portos do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Esse sistema apresenta benefícios ambientais e econômicos, pois além da redução de custos logísticos em todo o processo, oferece uma nova alternativa de transporte que proporciona uma redução significativa na emissão de poluentes.

O etanol sai das Usinas onde é produzido e levado em caminhões-tanque até os Terminais Terrestres e Aquaviários. Nesses locais, o etanol é armazenado em tanques, para depois ser transportado por dutos e hidrovias.

O etanol produzido nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, será captado em nove terminais nas seguintes localizações:

6 Terminais Terrestres ao longo do duto, nas cidades de Jataí (GO), Quirinópolis (GO), Itumbiara (GO), Uberaba (MG), Ribeirão Preto (SP) e Paulínia (SP).

3 Terminais Aquaviários, localizados ao longo da Hidrovia Tietê-Paraná, nas cidades de Anhembi (SP), Araçatuba (SP), e Presidente Epitácio (SP).
Duto é um modal de transporte bastante eficiente para longas distâncias, no qual o combustível é bombeado de um terminal coletor para um terminal de distribuição ou de armazenamento.
Este projeto da Logum consiste na implantação de um duto no sentido Centro-Oeste ao Sudeste, desde Jataí (GO) até os terminais de destino localizados em Paulínia (SP), Guarulhos (SP), Santos (SP), Barueri (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Ilha D’Água (RJ).

O duto terá o formato telescópico, ou seja, seu diâmetro vai aumentando na medida em que se aproxima do hub (armazenamento principal) de Paulínia, de forma a transportar o etanol capturado ao longo de todo o percurso.

Devido ao planejamento construtivo e a lógica de captação, os diferentes trechos do duto estão em estágios diferentes de execução.
Hidrovia é um meio de transporte fluvial de mercadorias e pessoas por meio de embarcações, principalmente comboios compostos por empurradores e barcaças.
No projeto da Logum, o etanol será capturado nos terminais aquaviários localizados estrategicamente ao longo da hidrovia Tietê-Paraná para, em seguida, ser despachado para Paulínia através de comboio (barcaças-empurradores) e um duto.

Os comboios serão carregados nos terminais aquaviários à jusante da hidrovia (Araçatuba e Presidente Epitácio) e descarregados num terminal à montante da hidrovia, em Anhembi (SP). A partir deste ponto, o etanol será bombeado através de um duto de transporte até o hub (armazenamento principal) Paulínia.
Em Paulínia o sistema funcionará como um hub (armazenamento principal) para utilização do mercado e para o gerenciamento do Sistema Logístico de Etanol, uma vez que esta região se encontra estrategicamente localizada entre o sistema de Captação e o de Distribuição de etanol..
Uma vez que o etanol é capturado e enviado no hub (armazenamento príncipal) de Paulínia, o combustível precisa ser distribuído até os consumidores. A partir de Paulínia, o etanol será distribuído para os terminais de destino localizados em Paulínia (SP), Guarulhos (SP), Barueri (SP), Santos (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Ilha D’Água (RJ).

LOGUM LOGÍSTICA S.A
Rio de Janeiro - RJ
Av. República do Chile, 330 - 34º andar
Torre Oeste, Edifício Ventura - Centro
CEP 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ
São Paulo - SP
Rua Pedroso Alvarenga, 990 – 2º andar
Edifício Atlanta - Itaim Bibi
CEP: 04531-004 - São Paulo – SP
Ribeirão Preto - SP
Rodovia Alexandre Balbo, S/Nº - SP 328 - KM 326
4 Parte Contorno Norte - Vila Monte Alegre
CEP: 14057-800 - Ribeirão Preto – SP